segunda-feira, 18 de agosto de 2008

(Confusos)Fragmentos de um dia chuvoso.


Foram 120 passos pra chegar no térreo;
13 segundos para o elevador chegar;
Algumas tantas gotas de chuva no rosto;
Tudo isso para eu perceber que não é o fim.
Por isso o "pró" no problema. Sempre tem saída.
A madame passa com seu guarda-chuva [Prada?] com pose magestosa;
A moça com um sorriso largo; e a pobre menina tentando ao máximo proteger seu filho.
Eu, parada, debaixo de uma marquize, com um cigarro entre os dedos, e com os pensamentos brotando sem sentido vendo a chuva cair, a moça passar, o cigarro queimar, e o pensamento fluir.

Temo o tempo!O fuso horário.
O horário fuso. Estou Sem fuso. Con...fuso, não?

Eu não tenho fim pro post, e nem conclusão para os meus pensamentos.
Apenas descrevi meus fragmentos.

7 comentários:

' Páh disse...

Uaau, eu adorei esse *-----*
Haha, cuidado que a chuva engrossa ;P SGAGYSASYAYGSAYGSAYG -qq

Aquila disse...

eah...
sempre tem uma saída..
enquanto isso tu acha um bode espiatório...
um judas pra descarregar a tua dor!

Anônimo disse...

Tem coisa mais linda que isso?
quer dizer fora a minha mana, é claro...
beijs Cat!

Ynaira!

Ed Anjos (y) disse...

mais um dos melhores.
chuva me dá inspiração.
aliás, tudo que meche cmgo.
beeeeeeeeiiijo

gui.doug disse...

*Apreciador do 'jeito' Keka de pensar, analisar, criticar/*

Alguns pingos d'água + uma mente afiada e lírica...
Não esperaria nada a menos que estes belos pensamentos.

ô/

Guilherme disse...

Ai amor, vim ver teu blog. Te amo. Muito.

John Quirriel disse...

"Temo o tempo!O fuso horário.
O horário fuso. Estou Sem fuso. Con...fuso, não?"

depois tu diz q eu faço bons joguinhos de palavras einsss??

muito bom menina, e de tão confusos esses teus pensamentos chegam a ser esclarecedores quando falam que sempre tem uma saída e talz