quarta-feira, 2 de janeiro de 2008

Da Repetência.


Perder um ano da vida?
Ou seria, ganhar conhecimento e progredir interiormente?
O que define isso é conceito.

Perder:
do Lat. perdere
ser privado de coisa que se possuía;

E a aprovação não é tua...tem que ser conquistada, então, não seria em todo perder!
Na verdade o sentimento de culpa é provocado por toda uma imposição da sociedade pela qual querendo ou não, nos sentimos obrigados a nos enquadrar, sabendo desde pequenos que temos que ficar 1 ano em cada série.
A Fulaninha nunca rodou...mas tentou a UFRGS e não conseguiu...? Por quê? Porque o fato de ela passar de ano, não afirma que ela aprendeu algo.
Não estou querendo dizer que é preciso ficar 3 anos em cada série, mas quero dizer que o ritmo de cada um não precisa seguir o que lhe é imposto!
E rodar não é o fim do mundo...talvez seja um sinal para que deixemos de estudar para provas...e passemos a estudar para crescimento pessoal mesmo...

Estou me desesperando também, é a primeira vez que repito um ano... Mas aprendi a correr atrás do que eu quero e sempre com um pé atrás!

Espero que esta postagem faça o mecanismo de estudar por obrigação extinguir aos poucos e ao invés disso, o interesse (para formação de pensamento crítico) seja supremo.

Um comentário:

Gabriel disse...

Sim eu sei como tu estás se sentindo, ano passado, quase rodei, mas passei por muito pouco.
Essa sensação de perda, derrota, fracasso, é muito desanimadora para uma pessoa que se esforçou o ano todo, e quando chega no fim do ano, tu percebes que nada valeu a pena, mas de alguma forma, tu deves ter aprendido o mínimo possive, mas enfim, rodar não é o fim, mas na hora, tu te sentes a pessoa mai infeliz do mundo.
Espero que tudo se resolva, e nunca desista, pois o estudo é tudo.